11 Dicas estratégicas para organizar e deixar mais atraente a sua loja de cosméticos

O ambiente de uma loja de cosméticos deve ser – acima de tudo – convidativo e agradável! Além do bom atendimento, o cliente tem que se sentir bem, confortável e tranquilo para andar pelos corredores e procurar aquilo que deseja. Desde a organização dos produtos, as cores das paredes e a música ambiente… tudo influencia no processo de compra!

 

Hoje a MIG traz algumas dicas para você que já tem uma loja de cosméticos ou está pensando em abrir uma em sua cidade! Ah, lembrando que as melhores marcas para a sua loja você encontra na MIG Cosméticos. Fale com a gente!

 

1 – Organize os produtos por ‘família’

Uma loja de cosméticos possui uma grande variedade de produtos, por isso é preciso manter uma organização para que o cliente encontre com facilidade o que procura. Uma dica é organizar as prateleiras e corredores por ‘família’ de produtos. Exemplo:

Cabelos – shampoos, condicionadores, cremes de hidratação, óleos, tinturas e reparadores de pontas.

Unhas – esmaltes, alicates, removedores de esmalte, hastes flexíveis, palitos, algodão, lixas e polidores.

Corpo – cremes hidratantes, sabonetes líquidos e em barra, esfoliantes, cremes depilatórios, cremes de massagem e ceras para depilação.

Maquiagem – bases, pó compacto, corretivos, rímel, sombras, delineador, batom, demaquilante e lápis.

Banho e higiene – sabonetes, sais de banho e desodorantes.

 

Uma opção bacana é marcar cada área com uma cor. Para tanto, você pode pintar as prateleiras cada uma com a cor correspondente ao gênero.

 

2 – Defina uma ‘zona quente’

Toda loja possui as chamadas “zonas quentes” e “zonas frias”. As primeiras referem-se às áreas que são rapidamente percebidas pelo consumidor. Já as segundas são os espaços menos frequentados. Resumindo:

 

Identifique onde será a zona quente da sua loja, os clientes olham primeiro, geralmente na entrada. Nela, coloque os lançamentos, produtos de destaque, em promoção ou com boa margem de lucro. Deixe-os na altura dos olhos e acessíveis às mãos. Normalmente, o espaço mais frequentado de uma loja está localizado do lado direito.

 

3 – Produtos repetidos para aumentar o interesse

Você também pode massificar dentro da loja os produtos mais vendidos expondo-os em diversos espaços. A ideia é aumentar o interesse do consumidor ao ver aquele item em várias ocasiões.

 

Essa técnica costuma ser eficaz para os itens com uma alta margem de lucro ou alto giro, já que eles proporcionam mais receita ao lojista. 

 

4 – Cores claras destacam os produtos

Lembre-se que quanto mais clara for a cor das paredes e prateleiras, maior destaque terá os seus produtos. Então deixe as cores mais escuras ou intensas somente para alguns pontos da loja.

 

5 – Vitrine organizada

Assim como toda a loja, a vitrine também deve estar organizada estrategicamente.  Uma vitrine muito apagada pode passar batida. Por outro lado, um espaço com muitas informações, cores e produtos pode transmitir a imagem de bagunça. Tudo tem que ser pensado de acordo com o espaço disponível para poder criar um ambiente limpo e visualmente bonito.

 

Coloque em evidência aqueles itens que estejam em alta e façam referência à época do ano ou datas comemorativas.  E não esqueça das promoções! Mas, lembre-se de trocá-las periodicamente.

 

6 – Espaço bem iluminado

Ter um ambiente bem claro é fundamental para que os clientes possam encontrar os produtos e ler os rótulos das embalagens com mais facilidade. A melhor opção de lâmpadas são as de led, que também são bastante econômicas.

 

7 – Climatização

Certamente você já entrou em uma loja abafada e com pouca ventilação. Provavelmente se sentiu desconfortável e quis sair logo sem nem mesmo olhar direito os produtos, não é mesmo?

 

Investir em uma climatização com temperaturas amenas (nem muito quente, nem muito frio) gera um ambiente agradável e faz com que o cliente permaneça na loja e continue a sua jornada de compras.

 

8 – Música ambiente

Ao disponibilizar uma música para os clientes no interior da loja, é essencial que você tenha cuidado com o volume e o tipo musical. Lugares com música muito alta tendem a ser desagradáveis. Além disso, o ritmo também pode prejudicar a experiência dos clientes.

 

O ambiente deve ser convidativo, para que os consumidores se sintam mais à vontade enquanto permanecem no local. A música na medida certa é capaz de gerar mais calma e tranquilidade para que eles possam escolher melhor os produtos que vão adquirir.

 

9 – Provadores

Separe um cantinho na sua loja para demonstração de maquiagem e provadores de alguns produtos, assim seus clientes se sentirão especiais e se tornarão fieis!

 

10 – Capriche na decoração da loja

Capriche no interior da loja. E aqui vale o mesmo conselho dado para as vitrines: cuidado com os excessos, mas também não seja comedido demais. Atente-se ao volume de produtos que você vai dispor no interior da loja. Cuidado para não tornar a circulação do cliente um desafio, com pessoas batendo umas nas outras ou esbarrando nos móveis. 

 

  1. Conheça o seu público-alvo

Por fim, nenhuma dessas dicas será eficaz se você não conhecer bem o seu público-alvo. É muito importante que você saiba quem são as pessoas que entram na sua loja, o que elas procuram e como preferem pagar. Sabendo qual é o seu público-alvo, você consegue definir melhor o tipo de decoração da sua loja, a forma como vai montar a vitrine e quais promoções deve fazer.

Leia também